Rate this post

Em um mundo onde os recursos naturais estão cada vez mais escassos, a preocupação com a questão ambiental tomou uma nova dimensão. Particularmente atrativo em áreas ambientalmente sensíveis ou quando há condições topográficas desfavoráveis, o sistema de esgotamento a vácuo mostra-se uma alternativa aos sistemas de esgoto por gravidade por uma série de vantagens.
No esgoto convencional tudo ocorre por gravidade; assim, quando a topografia não é favorável, escavações profundas devem ser realizadas, além de erguidas dezenas de elevatórias, fundamentais no processo de transporte dos dejetos. O sistema de esgotamento a vácuo começa com o design. O engenheiro analisa a área de captação geral e traça um plano diretor. Decide sobre o número de estações de bombas de vácuo, a região na qual o esgoto será entregue e quantas casas e prédios serão atendidos por cada estação. Cada projeto é único e tem seus próprios desafios.
BENEFÍCIOS
Um sistema de esgoto a vácuo funciona de maneira semelhante aos sistemas de distribuição de água, a única diferença é a direção do fluxo. Enquanto o abastecimento de água usa pressão positiva para “empurrar” a água da estação de tratamento para o ponto de consumo, os esgotos a vácuo usam pressão negativa para “puxar” as águas residuais do ponto de geração para a estação de tratamento.
Além dos benefícios ambientais, há uma série de vantagens financeiras em usar o esgotamento a vácuo: uso reduzido de água e saída de esgoto — os banheiros a vácuo proporcionam uma redução significativa nos custos anuais de água e esgoto quando comparados aos banheiros convencionais; requisitos de tubulação reduzidos — os tamanhos dos tubos em um sistema de drenagem a vácuo são significativamente reduzidos, na maioria dos casos, em até 50%. E como o sistema é fechado, não há necessidade de ventilação. Ao contrário dos requisitos convencionais de declive dos sistemas de drenagem por gravidade, a tubulação de drenagem do sistema a vácuo requer queda mínima; custos de construção reduzidos — a tubulação de diâmetro menor e a eliminação da tubulação de ventilação reduzem os custos de material e mão de obra. Os cronogramas de conclusão do projeto podem ser acelerados; flexibilidade no projeto — a tubulação de drenagem a vácuo pode ser direcionada para onde for mais conveniente, possibilitando aos proprietários e projetistas liberdade ilimitada para localizar acessórios ou equipamentos em toda a instalação.
O esgotamento a vácuo faz parte do portfólio de soluções da Orion. Instalamos este recurso no Centro Corporativo Portinari, em Brasília, DF, o primeiro empreendimento a alcançar o certificado LEED Platinum, o mais alto nível LEED na região Centro-Oeste. O sistema é capaz de sugar e triturar o esgoto como uma forma de diminuir a eliminação de resíduos que se decompõem lentamente no meio ambiente, reduzindo drasticamente a quantidade de água para esse uso.
Para saber qual sistema de esgotamento a vácuo é o mais adequado para o seu empreendimento, entre em contato com um de nossos especialistas por meio do email contato@grupoorion.com.br. Teremos uma enorme satisfação em atendê-lo.