Rate this post

Ao desenvolver soluções para todo o ciclo de vida de uma edificação, a infraestrutura predial desempenha um papel vital no mundo moderno, cuja população cresce em ritmo acelerado, concentrada principalmente nos grandes centros urbanos. Ela garante conforto, segurança, alta disponibilidade, sustentabilidade e redução de custos para empresas e usuários. A seguir, 5 tecnologias na Infraestrutura 4.0 que desempenham este papel.

IOT PARA COLETAR DADOS

Atualmente, bilhões de dispositivos em todo o mundo estão conectados à Internet, coletando e compartilhando dados. A Internet das Coisas (IoT) pode conectar equipamentos por meio de sensores e a Infraestrutura 4.0 tira vantagem desse processo sob muitos aspectos: eficiência aprimorada, que reduz custos e melhora o desempenho geral, permitindo a emissão de alertas mais cedo; controle remoto de equipamentos, de qualquer lugar que tenha uma conexão com a Internet e o software necessário; maior segurança, com uso de criptografia; maior ROI (return of investment), com melhorias na eficiência energética e em manutenções.

EVE (MONITORAMENTO DE DADOS)

A Orion possui a EVE, um sistema inteligente de monitoramento de ambientes corporativos que une eficiência, saúde e bem-estar e UX (experiência do usuário). Ele permite que tudo o que acontece no empreendimento seja visto, remotamente ou em uma sala instalada no próprio local, criando sistemas interligados que se adequam à espaços dinâmicos e voltados ao usuário. A inteligência artificial EVE está presente em todas as soluções do portfólio da Orion, em especial nos programas de manutenção, operação e gestão da infraestrutura. Ela é capaz de filtrar e processar um grande volume de dados específicos de infraestruturas prediais de múltiplos clientes e localidades, permitindo o aperfeiçoamento da gestão das infraestruturas assistidas a partir de comparações e projeções de cenários, gerando ganhos de eficiência e redução de custos operacionais aos clientes.

CONTADOR DE PESSOAS PARA BANHEIRO

Todos os banheiros de empresas e centros comerciais necessitam de limpeza e da gestão dos materiais consumíveis; como, porém, saber a hora de efetuá-las? Suponha que alguns centros comerciais estabeleçam, por exemplo, que o sabonete líquido dos banheiros seja reposto a cada 50 usuários ou que a cada 15 pessoas o local necessite de limpeza. Como fazer este controle? Deixar alguém na porta do banheiro, contando quantas pessoas entram, não é prático nem econômico. Aí entra em ação mais uma facilidade da Infraestrutura 4.0 oferecida pela Orion – o contador de fluxo de pessoas, para o chamado banheiro inteligente, com a dupla função de dar comodidade e conforto ao usuário e proporcionar redução de custos ao empregador: ao soar o alarme, a limpeza será realizada, o material será reposto prontamente e o servidor só será deslocado até o local quando realmente houver necessidade.

RA PARA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO MAIS RÁPIDAS E EFICIENTES

A realidade aumentada (RA) beneficia o gerenciamento de Facilities de várias formas. O seu uso nas operações e manutenção predial oferece um ambiente físico aprimorado por meio de sensores, áudio, vídeo, gráficos e outras tecnologias, colocando representações digitais de objetos no espaço físico. A RA, também oferecida pela Orion, reduz custos, melhora a operabilidade e custos de mão-de-obra e possibilita uma prestação de serviço personalizada no empreendimento, facilitando a assistência técnica ao cliente final. Ao apontar um smartphone ou tablet para o equipamento, é possível conferir os dados de consumo, sensores e alarmes em tempo real, além de executar itens de manutenção, sem precisar abrir o equipamento, tornando a operação mais eficiente em até 30%, o que reduz custos, tornando a equipe mais produtiva.

DIGITAL TWINS

O termo refere-se a réplicas virtuais de dispositivos físicos, um prédio, por exemplo, usadas para executar simulações, por meio de dados de sensores inteligentes em tempo real, revelando os pontos de dados ocultos que podem transformar a maneira como as instalações são controladas e gerenciadas. Digital Twins oferecem uma visão em tempo real do que está acontecendo com ativos físicos, o que pode aliviar radicalmente os encargos de manutenção. Essa facilidade da Infraestrutura 4.0 pode também gerar muitos benefícios para o gerenciamento de Facilities: operar e solucionar problemas de sistemas em locais remotos, melhorando a produtividade e o conforto dos ocupantes dos edifícios, usando as instalações com eficiência e evitando desperdício de energia; testar como diferentes variáveis e cenários podem afetar o desempenho, bem como voltar no tempo para examinar as causas de problemas passados, além de prever falhas futuras e desempenho geral, permitindo realizar manutenção preditiva em vez de corrigir falhas à medida que ocorrem.

A Infraestrutura 4.0 proporciona uma combinação de tecnologias que permite às empresas inovar em todos os seus processos, gerando, entre os seus muitos benefícios, mais agilidade, flexibilidade e redução de custos.