Rate this post

Brigadistas, segurança particular, vigias — além de todos os profissionais de prevenção e segurança, a proteção de vidas e patrimonial também deve contar com diversos equipamentos, como câmeras de segurança, catracas, central de monitoramento. De que forma todo esse aparato pode ser usado para melhor resguardar o patrimônio da empresa e a vida dos usuários?
A vida humana é o ativo mais importante que a segurança física tem a responsabilidade de proteger, depois disso vem a segurança das instalações: informações, equipamentos e todos os outros ativos da empresa. Para que isso ocorra de forma efetiva, as estratégias precisam ter uma abordagem em camadas, pois é mais difícil para um invasor atingir seu objetivo quando várias barreiras precisam ser transpostas.
Os três componentes mais importantes do controle de segurança física para escritórios e edifícios são o controle de acesso, a vigilância e a preparação para emergências com testes de segurança. Embora as outras camadas dos procedimentos de controle de segurança física também sejam importantes, essas três contramedidas são as mais impactantes quando se trata de detecção de intrusão e redução de ameaças.
Ao criar uma estrutura de segurança que se adapte às necessidades da empresa, deve-se ajustar o projeto da forma mais vantajosa para o próprio negócio, sem esquecer os seguintes requisitos de segurança: proteção de perímetro, incluindo cercas, catracas, portas e fechaduras adequadas; equipe de segurança para apoiar vigilância por vídeo e alarmes disparados; controle de acesso de visitantes; níveis de credenciamento de segurança abrangentes e claramente delineados para a equipe; saídas de emergência e alarmes em todos os pontos de acesso; plano de resposta a incidentes com testes regulares; treinamento frequente da equipe de segurança; fortes padrões de estacionamento com passes personalizados para visitantes, clientes e funcionários; autenticação de dois fatores para salas e áreas seguras; backups dos relatórios de registro do sistema de gerenciamento de visitantes.
Antes de efetivar qualquer projeto de segurança, porém, adapte-se às normas, consultando a extensa legislação nacional que regulamenta as práticas do setor, incluindo leis e portarias. Os departamentos de RH e jurídico devem garantir que a empresa sempre proceda de acordo com as leis e regulamentos. Compliance é fundamental para sustentar um plano de segurança física.